sábado, 26 de novembro de 2011

Assédio Moral em Dobro.

Um profissional que sofre Assédio Moral no Trabalho e é demitido arbitrariamente,
Com a conivência do “chefe” do seu Superior já que o representante do funcionário que está sendo Assediado ao buscar solução para o crime e apresentar provas contundentes do Assédio Moral ele é desprezado em suas denúncias.

No caso de Funcionário Público o Profissional é exonerado após fazer um concurso
e ser nomeado;
Encontra pelo caminho uma pessoa com Instinto Assassino que descarrega as suas tendências em cima da Vítima.


A quem recorrer?
No caso de Funcionário Público recorre-se ao superior do “Chefe do Chefe”;
E devido à burocracia e enquanto a resposta final não chega, o tempo passa...
E quando o Chefe do superior do "Chefe do Chefe", se torna o "Chefe" maior?



O Assediado Moralmente tem certeza que “ele” desta vez fará a justiça;
O Assediador Moral é promovido A seu assistente.
O Assédio Moral no trabalho ocorre EM DOBRO, pois continua nos tribunais;
E o Assediado que é tratado como o criminoso,o que sente ao ver pessoas sendo inocentadas de crimes e ela pagando por um crime em que foi a vítima.

"Deus não lhe dá mais do que você pode carregar."

Dedico esta postagem ao Prefeito PIII. שריף


Um comentário:

  1. Conheça e faça parte do blog “Assediados”.
    Um espaço onde vítimas de assédio ou dano moral podem relatar suas histórias, compartilhar experiências, e buscar caminhos para tornar o ambiente de trabalho um espaço seguro, onde seres humanos sejam tratados com o respeito e a dignidade que merecem. Um espaço onde você encontrará sempre informações atualizadas sobre Assedio Moral no trabalho.

    ResponderExcluir