sexta-feira, 4 de maio de 2012

Portaria n° 48 - INSS

As Centrais Sindicais chiaram com o "aumento" do salário mínimo para 545,00 porém não estão discordando do aumento do "salário presidiário" para R$810,00! Será que os sindicalistas e os governantes do Brasil acreditam que um criminoso merece uma remuneração superior a de um trabalhador ??? A REFERIDA PORTARIA FOI REVOGADA PELA DE N° 333, DE 1°/06/2010 NA QUAL O VALOR DO "SALÁRIO FAMÍLIA PRESIDIÁRIO" PASSOU A SER DE R$810,18. O grande lance é ROUBAR OU MATAR PARA SER PRESO E ASSIM SUSTENTAR CONDIGNAMENTE A SUA PROLE. INCENTIVO À CRIMINALIDADE! 1-VALE A PENA ESTUDAR E TER UMA PROFISSÃO? 2-Trabalhar 30 dias para receber R$ 545,00 de salário mínimo? 3-Por acaso os filhos do sujeito morto,pelo "coitadinho" que está preso,recebe também uma bolsa de R$ 798,30/mês para os seus sustentos? 4-JÁ VIU ALGUM DEFENSOR DOS DIREITOS HUMANOS DEFENDENDO ESTA BOLSA PARA OS FILHOS DAS VÍTIMAS? E o DEPUTADO ESTADUAL /SECRETÁRIO DA SAÚDE/PREFEITO que mantém uma pessoa inocente em sua casa,pagando pelo crime de Assédio Moral em que foi vítima, que ele desde o início, sabe quem cometeu e é conivente; E a "JUSTIÇA" vai continuar CEGA?

Nenhum comentário:

Postar um comentário