terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Hipertensão Arterial e sua influência no meio ambiente interno e externo





h1>Artigo Sobre Como A Hipertensão Arterial Pode Ser Influenciada No Meio Ambiente Interno E Externo




Autor: laila cristina mady


Como a  Hipertensão pode ser influenciada pelo Meio Ambiente Interno e Externo



                                                                                         Laila Cristina mady



INTRODUÇÃO

Neste documento explico de uma maneira ampla as recomendações para Hipertensão;
Isto através de minhas experiências com pessoas hipertensas, que após saberem o acontece com elas após seguir as medidas indicadas por um Profissional de Saúde como o Médico ou Enfermeiro a fim de uma melhor compreensão sobre o Assunto haja uma melhora no Tratamento da Pressão Arterial.
Vários fatores são envolvidos na Hipertensão e principalmente o meio ambiente pode interferir; e vamos analisar alguns deles, o genético:
Recentemente cientistas americanos apontaram um gene ligado à hipertensão arterial, chamado STK39, pois possui uma proteína que age na função renal responsável por regular a quantidade de sódio no organismo.
Por ser uma doença Multifatorial, assim envolvendo vários fatores ,o diagnóstico e cura são mais complicados.
Fatores: Genético; Estilo de vida; e Meio Ambiente Interno e Externo;
Serão alguns que iremos expor, como e porque ,realizar medidas preventivas.
Podemos melhorar a nossa Qualidade de Vida e a convivência com a Hipertensão?

DEFINIÇÃO DE HIPERTENSÃO
A hipertensão é a reação da capacidade do coração de enviar sangue para as arteríolas que apresentam suas paredes contraídas e assim quando o sangue passa por entre elas faz mais força (pressão) nas paredes, para poder bombear a mesma quantidade de sangue necessário para o organismo trabalhar;
Organização Mundial da Saúde definiu pela primeira vez, em 1978, a Pressão Arterial como sendo "uma doença caracterizada por uma elevação crônica da pressão arterial sistólica e/ou pressão arterial diatólica"

CAUSAS
Genéticas
Recentemente cientistas americanos apontaram um gene ligado à hHipertensão Arterial, chamado STK39, pois possui uma proteína que regula a quantidade de sódio no organismo, ajudando assim a função renal.
Para esta descoberta os investigadores estudaram a Comunidade Amish e analisaram o ADN de alguns moradores;
Confirmaram sua descoberta ao analisarem outras comunidades dos Estados unidos e Europa;
Meio ambiente interno e externo.
Estresse
Estresse do dia a dia; a maioria de nós vive como se a vida fosse uma emergência, querendo resolver tudo a nossa volta e com a maior "rapidez", assim colaborando para aumentar o Estresse e a Ansiedade.
Sedentarismo
Vivemos sedentários e não precisamos nos exercitar, a vida moderna com controles remotos e outras facilidades colaboram com o sedentarismo.
Obesidade
Comemos muitas coisas no correria do dia a dia e alimentos não tão saudáveis assim como as comidas preparadas em casa por nós; assim também a falta da prática de exercícios físicos.
Tabagismo
As arteríolas se contraem dificultando uma melhor passagem do sangue
Idade
Com ela, as arteríolas, ficam mais rijas (duras) e o sangue para fluir normalmente faz uma maior pressão nas artérias ,aumentando de leve a pressão arterial
Hereditariedade
Uma maior probabilidade nos filhos de pais hipertensos desenvolver a doença.
Pré Eclâmpsia
Acomete algumas mulheres durante a gravidez assim complicando e dificultando a gestação.

EPIDEMIOLOGIA
Os indivíduos brancos têm incidência de30% na Hipertensão Arterial que
os Negros 40% . (PEREIRA ET AL., 1999);
A "população negra tem uma prevalência mais elevada" (lll CBHA, 1998) e também uma maior gravidade;
Os negros têm uma maior sensibilidade ao sal e uma maior dificuldade me eliminá-lo (HARSHFIELD; GRIM, 1997)
O lll CBHA (1998) coloca que as mulheres são protegidas de eventos cardiovasculares até a menopausa devido a alguns hormônios, citamos aqui a progesterona natural.
A prevalência de hipertensão arterial em Diabéticos é pelo menos duas vezes maior a da população geral (lll CBHA, 1998)
lll CBHA (conselho brasileiro de hipertensão arterial)

PREVENÇÃO
Exercícios físicos
Uma simples caminhada, dilata as artérias contraídas, melhorando o espaço para a passagem
do sangue, que leva o Oxigênio necessário para manter o bom funcionamento do organismo.
"Mulheres com mais de 35 anos e fumantes irredutíveis; os anticoncepcionais orais estão contra indicados, substituindo-os por outros métodos contraceptivos;
Nota:O aparecimento de Hipertensão Arterial durante o uso anticoncepcional oral implica na remoção do mesmo imediatamente (lll CBHA, 1998);
Diminuição do sal (sódio), na alimentação, porque ele causa constricção (diminuição) da luz das arteríolas que necessitam de maior PRESSÃO para a Circulação Sanguínea.
Aumento da ingesta de água, assim obrigando o rim a trabalhar mais e manter a pressão arterial em valores aceitáveis
Weineck (1999) afirma que as atividades físicas associadas com medicamentos e dietas, são as bases para o tratamento da hipertensão arterial;
Korner (1995) afirmou que as perturbações que afetam o sistema circulatório, frequentemente,acontecem em paralelo com eventos que ocorrem no meio ambiente externo e afeta o nosso meio ambiente interno(KORNER , 1997);

CLASSIFICAÇÃO DA HIPERTENSÃO

SISTÓLICA DIASTÓLICA

130/139 85/89

(Normal limítrofe)


140/159 90/99
(Hipertensão leve)



160/179 100/109
(Hipertensão moderada)



+ ou = 180 + ou = 110
(Hipertensão grave)


Acima de 140 x 90 a pessoa é diagnosticada como Hipertensa.
"Organização Mundial da Saúde;"

Porém a Pressão Arterial não poderá ter um valor fixo como o correto; cada pessoa é diferente da outra, exemplo:
Muitas pessoas diagnosticadas com PROLAPSO DE VÁLVULA MITRAL,por exemplo, condição sempre deixa a pessoa com P.A mais baixa, assim o Valor baixo é o "seu normal" e acontece o mesmo com outras Doenças:Pressão baixa;
Para se DIAGNOSTICAR uma pessoa como Hipertensa, ela necessita aferir (ver) a pressão várias vezes em vários dias e com a mesma pessoa, conforme orientação médica;
Gêmeos criados em locais diferentes, com alimentação diferente, um deles praticando exercícios físicos, não fumando,poderão apresentar valores diferentes de pressão arterial
Um poderá desenvolver o gene STK39 e o outro não;
NOTA:O valor de 120 X 80 é somente para pessoas até seus 25 anos, pois após esta idade, as paredes das artérias começam a ficar mais rijas assim sendo normal o sangue fazer um leve aumento na "pressão" da artéria para passar com a mesma quantidade de antes, e assim por diante...

CONCLUSÃO
Os itens apontados como causa da Hipertensão e a prevenção dos mesmos são de grande importância e necessitamos saber o porquê das ações educativas;
Pois a Hipertensão, NÃO TEM CURA, somente controle;
Esperamos que a ciência em um futuro não muito distante descubra a cura para o geneSTK39.



Nenhum comentário:

Postar um comentário